Como sair do 0 à um Discovery - Parte 3

Conte histórias, teste hipóteses e gerencie os riscos

Se você quiser relembrar, parte 1 aqui e parte 2 aqui.

Para cada hipótese, uma história

Existe uma pluralidade de métodos de priorização de iniciativas. O que mais falamos no mundo de produto quando falamos de priorização é sobre esforço e impacto. Impacto é algo ainda ambíguo, pois é impacto para o usuário ou para a empresa? Ou para os dois? Uma matriz de esforço x impacto só tem duas dimensões, então aqui nesse texto sempre vamos considerar impacto como retorno para o negócio, visto que já fizemos nosso dever de casa para entender quais as dores e problemas dos usuários.

As variáveis de esforço e impacto dão origem a uma verdadeira coleção de framework de priorização,  RICE, ICE, INVEST, SMART, MoScoW e assim vai. O ponto aqui é, frameworks de priorização surgem o tempo todo e todos eles tentam responder uma única coisa: onde está a maior chance de que ao investirmos dinheiro, teremos o maior retorno possível para o negócio?

Esse conteúdo é para pessoas que assinam o portal

Como assinante de um de nossos planos pagos você tem acesso à todos os conteúdos exclusivos, sessões de Q&As com os autores, palestras e outros benefícios. É bem rapidinho para assinar e nunca vamos te mandar spam.




Já é assinante? Você pode entrar aqui.

Você sabia que temos conteúdos exclusivos para assinantes do portal?

Além de ter acesso ilimitado a todos os conteúdos, você também pode participar de palestras exclusivas, sessões de Q&A, mentorias em grupo e acesso à descontos em cursos. E claro, assinando você nos ajuda a manter o projeto e aumentar a nossa produção de conteúdo.

Você pode assinar clicando aqui

Inscreva-se Product Oversee

Textos todas às quartas 7h45 na sua caixa de entrada.
Inscreva-se grátis