O que Raul Seixas pode nos ensinar sobre a área de Produtos

Exercitar o pensamento sobre os conceitos de produtos digitais fora da "bolha" pode ser bem enriquecedor. Será que Raul Seixas seria um bom produteiro?

Às vezes ficamos viciados nos estudos nichados e específicos e pode acabar sendo difícil sair desse ciclo de pensamentos / materiais e olhar as coisas por outra perspectiva. Acredito que extrapolar os conceitos de Produto (e de qualquer área) para fora da sua própria bolha pode ser bem enriquecedor.

Provavelmente você já leu alguns ótimos artigos que descrevem as principais habilidades de um bom profissional de produto, dicas e guias para lançar um produto e assuntos similares.

Aqui, pretendo demonstrar de forma um pouco mais lúdica algumas dicas que acredito serem importantes para a carreira e dia a dia de uma pessoa de Produto através de uma reflexão sobre uma música do cantor Raul Seixas.

Deixo claro que, como qualquer música, podem existir diversas interpretações e significados para cada pessoa. Além de tudo, pode existir um contexto temporal e político que não será abordado aqui, ok!? Vamos focar no mundo de Produtos Digitais. :)

Sobre a música

Na música Metamorfose Ambulante, composta por Raul Seixas e lançada em 1973, o autor levanta um questionamento / crítica sobre as verdades absolutas e busca por romper os padrões sociais, as velhas opiniões formadas sobre tudo.

As palavras que compõe o título da música significam, respectivamente:

metamorfose

  1. Mudança completa de forma, natureza ou estrutura; transformação, transmutação;
  2. Mudança relativamente rápida e intensa de forma, estrutura e hábitos que ocorre durante o ciclo de vida de certos animais.

ambulante

  1. Que se locomove, que anda ou migra;
  2. Que não tem lugar fixo; que se transporta sempre de um lugar para outro.

Bom, imagino que apenas pelo título já deu pra encontrar algo em comum com produtos digitais, não é mesmo!?

Ensinamentos da música sobre produtos:

"Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo."

Aqui a dica é "direta e reta": é melhor mudar e se mover rapidamente do que manter suas opiniões engessadas como verdades absolutas.

Sabe aquilo de "entendo desse mercado e sei como funciona"? "É óbvio que o usuário pensa assim" e todas aquelas coisas que reclamamos dos stakeholders por aí?! Isso é a "velha opinião formada sobre tudo".

Depois de ouvir isso, pode ser que você comece um incrível Discovery para mostrar o que realmente acontece, certo? Se sim, parabéns! Você também prefere ser uma metamorfose ambulante, como qualquer bom produteiro deve ser.

E vou um pouco além, dependendo do contexto da empresa, o Discovery e suas pesquisas de 2 anos atrás podem estar desatualizadas. Ative o modo metamorfose ambulante e questione as certezas sobre seus usuários, mercado e o uso do seu produto.

Mas calma, eu não disse que é preciso fazer Discovery de 2 em 2 anos, ok?! Não leve essa opinião como verdade absoluta!

"Eu quero dizer agora o oposto do que eu disse antes."

O resultado de uma pesquisa, a leitura das métricas, a análise de um dashboard, uma nova regulamentação específica do mercado, um evento histórico, como por exemplo a pandemia de covid-19, além de diversos fatores podem mudar completamente o cenário ou nossa percepção de algo e, consequentemente, nossa comunicação com os times e os stakeholders.

No famoso mundo VUCA (Volatility (volatilidade), Uncertainty (incerteza), Complexity (complexidade) e Ambiguity (ambiguidade)), é natural que algumas coisas mudem de um ano para o outro, eventualmente até de um quarter para outro.

No primeiro semestre do ano nosso produto pode estar com uma ótima taxa de conversão de visitantes em usuários cadastrados, porém com dificuldade em ter uma boa porcentagem de DAUs (Daily Active Users).

No segundo semestre, pode ser que os trabalhos dos times deram tão certo que o novo desafio é melhorar a ativação dos usuários, pois a taxa de DAUs já está aceitável conforme as necessidades da empresa.

Nesse cenário hipotético, qual pode ser uma das suas possíveis mensagens gerais para a empresa? Sim, o oposto do que você disse antes. Se ainda não aconteceu algo semelhante com você, ainda vai acontecer, acredite. Ah, e isso não é ruim, faz parte!

"É chato chegar a um objetivo num instante."

Nesse momento do mundo onde tudo é muito rápido, quase instantâneo e grande parte de nós sofre cada dia mais com ansiedade, pode ser meio difícil concordar com isso, mas ainda acredito que é verdade.

Talvez seja legal chegar no objetivo principal do seu produto logo na primeira versão robusta, ou atingir o objetivo do OKR logo na primeira funcionalidade. Mas aí, o que você vai contar no próximo papo com seus amigos produteiros? Qual o tamanho do aprendizado e da sua evolução profissional num desafio superado facilmente?

Além disso, por mais que a gente queira o sucesso imediato, as grandes empresas com seus produtos incríveis levaram anos pra chegar nos patamares que conhecemos:

A mais nova febre do momento, o Tik Tok, já tem quase 7 anos de idade na data de lançamento deste artigo.

Ou seja, fica tranquilo e aproveita a jornada e evolução do seu produto e da sua carreira

Conclusão

Aqui sim com certeza absoluta, o autor não fazia ideia de que quase 50 anos depois de escrever a letra desta música ela poderia trazer reflexões para a carreira de pessoas de produtos digitais. Afinal, a internet até já existia, mas era milhões de vezes menos acessível, famosa e diferente do temos conhecemos hoje.

Então, conforme as dicas que vimos acima, uma boa pessoa profissional de produto possui essas características:

  • Dá espaço para questionar sua própria opinião;
  • Entende que a mudança e evolução é necessária e benéfica;
  • Assume, admite e comunica mudanças;
  • Sabe que o processo é valioso e que o sucesso não vem de um dia para o outro.

Para finalizar, convido você a exercitar esse tipo de pensamento com outras músicas e em outras áreas da sua vida. Onde mais será que você pode fazer um paralelo com sua carreira, profissão e empresa? O que sua série preferida pode te ensinar, ou aquele novo filme da Netflix? E quem sabe até mesmo os recentes acontecimentos do mundo da fórmula 1?

Você sabia que temos conteúdos exclusivos para assinantes do portal?

Além de ter acesso ilimitado a todos os conteúdos, você também pode participar de palestras exclusivas, sessões de Q&A, mentorias em grupo e acesso à descontos em cursos. E claro, assinando você nos ajuda a manter o projeto e aumentar a nossa produção de conteúdo.

Você pode assinar clicando aqui

Inscreva-se Product Oversee

Textos todas às quartas 7h45 na sua caixa de entrada.
Inscreva-se grátis