Product Oversee

OKR e KPI: O Que São, Diferença Entre Eles e Como Usá-los Na Sua Empresa

Uma das diferenças que mais confundem quando o assunto é gestão estratégica

Imagem de destaque de OKR e KPI: O Que São, Diferença Entre Eles e Como Usá-los Na Sua Empresa

OKR e KPI estão entre as siglas do mundo dos negócios que causam certa confusão entre os profissionais.

E, embora haja desconhecimento sobre elas, as empresas insistem em implementá-las.

Mas, fazendo errado, de nada adianta, concorda?

É só uma perda de tempo e esforço desnecessário sem sucesso algum.

Por isso, preparei este artigo para acabar de uma vez por todas com a trapalhada nessa sopa de letrinhas.

Nas próximas linhas, vou esclarecer as duas metodologias de gestão e ensinar você a usá-las da forma correta.

Vem comigo?

O que é OKR e KPI?

OKR e KPI são duas metodologias com elementos-chave que podem ser usadas por empresas de diferentes portes e segmentos como ferramenta de gestão. Embora as duas se assemelhem na ideia de uma melhoria contínua para o negócio, OKR e KPI são conceitos distintos e possuem aplicações específicas. 

Antes de entender a diferença entre eles, vamos começar pelas definições sobre cada uma das metodologias.

Veja a seguir:

O que é OKR?

OKR é o acrônimo de Objectives e Key-Results, que, em português, significa Objetivos e Resultados-Chave.

As palavras que dão origem à sigla logo entregam o propósito da metodologia.

A OKR estabelece uma direção clara de onde o negócio ou produto quer chegar com base na definição de objetivos (metas e intenções) e resultados (indicadores de progresso).

Para os resultados-chave, por exemplo, a recomendação é que variem entre três e cinco.

Além disso, o ideal é que a OKR seja usada por toda a empresa, ainda que não seja uma obrigação.

Em todo caso, é indispensável que a construção da metodologia esteja alinhada às estratégias organizacionais.

Se você quiser conhecer mais das OKRs, clique aqui para ver um artigo completo que escrevi sobre o assunto.

Exemplo de OKR

Além da definição de objetivos e resultados-chave, a OKR também considera as iniciativas que serão adotadas para cumprir os propósitos estabelecidos.

Na prática, é assim que uma OKR é estruturada:

Exemplo de OKR.

Referência da imagem: www.perdoo.com/okr-guide/

O que é KPI?

KPI, por sua vez, é a abreviação de Key Performance Indicator, que, traduzindo para o nosso idioma, quer dizer Indicador-Chave de Performance.

Esse indicador, mais conhecido entre as empresas, serve para avaliar o crescimento de determinado processo ou para entender como uma determinada parte do negócio está indo. Tem como principal objetivo monitorar algo e não necessariamente mudar este de patamar. 

É comum que as organizações tenham inúmeros KPIs.

Não vou entrar no mérito aqui sobre a quantidade ser exagerada na maioria dos casos, mas essa é uma realidade que não posso deixar de mencionar.

O KPI, portanto, é uma forma de medir o que tem sido feito na empresa.

Dessa forma, é possível ter a visão clara do desempenho apresentado.

Exemplo de KPI

Para estabelecer um KPI é preciso definir uma estratégia de mensuração. 

Ou seja, um indicador que servirá de norte para medir a performance do processo ou de um negócio, por exemplo, o número de uso do produto por cidade presente na imagem ilustrativa abaixo.

Veja na imagem abaixo um exemplo de KPI:

Exemplo de KPI.

Referência da imagem: https://www.klipfolio.com/product-management-reporting-tool

E OPI?

Você deve estar pensando: “ah, lá vem ele com outra sigla para confundir a cabeça”.

Mas, calma, eu prometo que não vou embaralhar ainda mais.

Só incluí esse pequeno tópico porque acredito ser uma dúvida de muita gente e é algo simples de entender.

Pois bem, o OPI (Operational Performance Indicator) é uma espécie de KPI secundário.

Ele tem características similares ao do KPI, mas seu foco está na medição de processos operacionais.

O OPI suporta o KPI com a indicação de um nível mais específico conectado ao andamento das operações.

Qual a diferença entre OKR e KPI?

Sempre que eu falo de OKR ou KPI, muita gente me questiona sobre a diferença entre as duas metodologias.

Até por essa razão, decidi escrever este artigo para esclarecer o assunto de uma vez por todas.

Como eu disse no início do texto, OKR e KPI são dois métodos que envolvem elementos-chave, mas eles servem para coisas distintas.

Os KPIs demonstram um comportamento esperado do seu produto ou negócio. 

Você observa uma fotografia dos KPIs para saber a posição do seu produto ou negócio e identificar se ele está dentro de um padrão esperado. 

Já os OKRs são planejados para elevar o patamar do seu produto ou negócio.

Você define um objetivo e saberá que cumpriu esse objetivo quando alcançar aquele resultado em determinado tempo. 

Portanto, a OKR é uma metodologia que olha para o futuro e para o lugar em que o seu negócio quer chegar, e o KPI se concentra na análise da situação atual.

Diferença entre OKR e KPI.

OKR e KPI: qual usar?

Ok, então, analisando as diferenças, quer dizer que a OKR deve ser priorizada no lugar de KPI?

A resposta é não. Você pode usar as duas metodologias de maneira simultânea.

Calma, sem entrar em pânico.

É fácil entender o porquê de aplicar ambos os métodos. 

Os KPIs focam, principalmente, no resultado, enquanto as OKRs também se preocupam com o processo.

Podemos dizer que o KPI é baseado em uma métrica específica e a OKR é um sistema que te diz aonde chegar. Dessa forma, se você pretende alavancar o seu negócio, por exemplo, pode apostar que as OKRs são essenciais.Por outro lado, caso queira identificar a performance do seu produto ou de um processo, os KPIs são mais indicados.

Ah, e por falar nisso, vale ressaltar que as métricas de produtos que tanto falamos no nosso dia a dia também são KPIs.

Sejam elas para medir o engajamento de usuários, um determinado funil ou o MAU, por exemplo.

Outro ponto de vista interessante é pensar que KR é um KPI da empresa que está com uma performance ruim, onde a empresa deseja melhorar aquele indicador por ser estratégico. Ruim não quer dizer em baixa também. Esse KPI pode simplesmente estar flat, mas uma mudança de patamar poderia ser muito valioso para o produto ou companhia. 

Percebe como OKR e KPIs podem andar juntos?

Afinal, para que uma empresa possa crescer é importante reconhecer o desempenho do seu produto a fim de aprimorá-lo, concorda? 

Conclusão: como implementar as metodologias na sua empresa

A essa altura, já deu para entender o que é OKR, KPI e a diferença entre as metodologias, certo?

Também ficou claro que elas podem ser aplicadas ao mesmo tempo.

Para encerrar, então, quero reforçar alguns fatores que são indispensáveis na hora de implementá-las na sua empresa:

  • Se certificar de que “as metas” estejam alinhadas ao seu planejamento estratégico.
  • Mensuração: tanto OKR como KPI requerem monitoramento constante.
  • Estabeleça períodos para avaliação dos resultados e cumpra o ritual à risca.
  • Lembre-se sempre de envolver toda a equipe na construção das metodologias.Só assim as ferramentas de gestão terão o sucesso esperado.
  • Um KPI não necessariamente muda um KR de patamar. Porém você pode trabalhar seus objetivos com OKR para mexer naquele ponteiro. 

Espero que o artigo tenha esclarecido as suas dúvidas sobre OKR e KPI.

Se tiver alguma pergunta, é só jogar no campo dos comentários logo abaixo ou entrar em contato comigo pelo LinkedIn.

Até o próximo tema!

Referências



Um apoio do Patrocinador - awari

Aprenda as habilidades mais requisitadas pelo mercado, receba mentoria de profissionais referência em suas áreas de atuação e conte com a ajuda de profissionais especializados para conquistar uma vaga em sua nova área.