Product Oversee

Influência, Senso de Priorização e Tempo

Eu não sei se você investe. Eu comecei pouco antes de entrar na Easynvest. Foi pura coincidência: uns meses antes de entrar na Easynvest eu tinha colocado na minha cabeça que eu devia fazer coisas mais inteligentes com o dinheiro que, até então, eu estava guardando com muito custo na Poupança. Foi aí que comecei a assistir os vídeos da Nathalia Arcuri, que naquele tempo (2012/2013), os vídeos eram MUITO menos profissionais do que são hoje. Foi aí que conheci a Easynvest, já que eles patrocinavam a Nathalia. Depois de uns 3 ou 4 meses, comecei a trabalhar na Easy como PM.

Eu não comecei a investir em Renda Variável logo de cara. Fiz o caminho normal como muitos investidores: comecei com renda fixa, depois acrescentei fundos e trabalhando na Easynvest, conseguir aprender bastante sobre o mercado e seu funcionamento, o que me deu confiança de ir para Renda Variável. E quando você investe com Renda Variável, você começa a perceber como suas emoções atrapalham seu raciocínio. Muitos investidores profissionais falam sobre como isso é comum, inclusive, sobre como muitos investidores experientes nunca conseguem deixar que suas emoções controle suas decisões em momentos de crise ou euforia.

Não é muito diferente no nosso mundinho de Gestão de Produtos Digitais. Um PM tem pelo menos três grandes pilares que ele precisa controlar muito bem:

  • Influência;
  • Senso de priorização;
  • Tempo;

Se um PM não consegue influenciar pessoas, seja com sua dialética, skill de relacionamento ou dados, a vida vai ser mais dura. Muito mais dura. Essa pessoa corre sério risco de ser um simples executor, um “tirador de ticket”. Nunca vai conseguir defender o time ou os interesses dos usuários e do negócio.

Se um PM não tem senso de priorização, se desesperando quando a priorização mudar por causa da influencia do ambiente, dos momentos do negócio, do timing de mercado, crises ou bonanças e outros contextos, este será um PM depressivo. Para priorizar bem, você precisa ter argumentos fundamentados, para que você identifique e defenda as reais prioridades, conseguindo mediar debates entre o produto que você guarda e os interesses de outras áreas. Você não é o DONO do produto, você é o GUARDIÃO do produto. E priorizar é seu escudo e seu timão. Como você decide entre a prioridade de duas áreas? Como você decide entre a sua prioridade e a prioridade dessas áreas? E como você decide entre a sua prioridade, a prioridade das outras áreas e a do CEO?

O tempo da pessoa que gere produtos digitais é escasso. É necessário estar com o time, mas também com os stakeholders, mas também é necessário olhar o mercado, e fazer monitoramento dos indicadores, e fazer apresentações, relatórios, meetups, família, almoço… ahhh o almoço que é a primeira coisa cortada da lista, dando lugar para aquela reunião que deveria ser um email. Se essa pessoa não consegue gerir o próprio tempo, ela vive pelas regras dos outros. Ela vive pelo caléndario dos outros. Pelas prioridades dos outros. Pela influência dos outros.

Para mim, na minha opinião, essa é a essência da essência do trabalho da pessoa que gere produtos. A partir daí, surgem todas as outras responsabilidades, que serão bem ou mal feitas, dependendo do esforço para manter esses pontos fundamentais fortes.