Product Oversee

A mentalidade do lobo solitário

Uma das diferenças mais fortes entre PMs e PMs incríveis

Imagem de destaque de A mentalidade do lobo solitário

Observações feitas na natureza, revelaram que quando um lobo é expulso de sua alcatéia, ele acaba tendo que viver sozinho por muitos anos ou até mesmo pelo resto da sua vida. A partir do dia que tem que viver sozinho, o lobo entende então que a sua sobrevivência depende totalmente dele a partir daquele momento e começa a tomar todas as suas decisões sozinho, sem levar em consideração qualquer elemento externo.

O problema de um lobo solitário é que ele dificilmente terá uma vida próspera. O reino animal pode ser bastante cruel, e apesar do lobo ser um animal bastante ágil e agressivo quando preciso, a natureza está cheia de predadores maiores e mais fortes do que ele. Um lobo solitário não terá mais a proteção natural da sua alcatéia, terá que conseguir comida sozinho e lidar com as adversidades do seu habitat, as quais ele só conseguiria passar se tivesse a ajuda de outros lobos. O resultado é muitas vezes estar condenado a uma vida sofrida e até morrer mais cedo do que o normal.

O mais curioso é que um lobo é expulso de sua alcatéia porque ele já tinha essa mentalidade solitária quando estava lá. Ele só é expulso quando realmente não consegue conviver com o grupo e já toma decisões que atrapalham o todo ou só visam o seu bem estar. Lobos que tem essa mentalidade agem com instintos egoístas, que prejudicam a evolução de todos do grupo e esse comportamento, se não combatido, coloca a alcatéia toda em risco.

Esse mesmo tipo de comportamento pode acontecer com product managers e é um dos piores comportamentos que quem ocupa esse papel pode ter. A ideia de que ela, solitariamente, é responsável pelo sucesso do produto é um pensamento fadado ao fracasso. A PM tem um papel realmente muito importante em ligar todos os pontos necessários para que o produto realmente tenha sucesso, mas está longe de ser a responsável sozinha por tudo o que tem que acontecer para que isso dê certo.

Duas coisas acontecem quando uma PM se acha dona do produto:

  • Você será vista como arrogante pelo seu time e outras pessoas da empresa: PMs com esse comportamento tendem a tomar as decisões do que será feito por elas mesmos, muitas vezes sem falar com as pessoas e nem com o time. O efeito disso é um time que não se confia, não se engaja e que tem grandes chances de se desfazer.
  • Dificilmente trará resultado para o negócio: tomando decisões por si só, sem olhar para nenhuma outra direção, a PM vai ter que contar demais com o acaso para ter acertado as decisões que ela tomou. Grande chance de ter dinheiro e tempo jogados fora e nenhum resultado para a empresa.

As melhores PMs que vi, tratam as ideias como hipóteses e vão testá-las com experimentação contínua. Trabalham diretamente com a ux e com as engenheiras para entender o problema do cliente que precisa ser resolvido para gerar impacto no negócio. Buscam informações nas áreas operacionais, analisam dados em busca de padrões e falam continuamente com as pessoas que usam o produto, para só aí, começar a propor soluções, ainda as tratando como hipóteses. Em nenhuma parte tomam uma decisão sozinhos porque são os tais “CEOs” do produto.

As melhores PMs que vi, entendem que não são donas do produto e que não mandam em nada. Tem humildade para trabalhar colaborativamente e trazer as pessoas para junto de si. Entendem que o sucesso depende de todos e são capazes de conectar todos os elementos necessários para gerar o maior valor possível para as pessoas. São capazes de assumir riscos, mas não fazem isso sozinhos, tem sempre o apoio e ajuda do time.

Tem muita PM com a mentalidade de lobo solitário por aí e é algo que as empresas precisam olhar com cuidado. Tem uma frase horrível que li uma vez que é “Meu produto, minhas regras!” que eu não poderia abominar mais. Essa frase não faz nenhum sentido, uma vez que você PM não está lá para fazer o produto para você e sim para as pessoas que podem vir a usá-lo. Além disso, a empresa precisa ganhar dinheiro para continuar existindo e as regras que você precisa seguir para fazer a roda girar é o que chamamos de estratégia.

Uma PM só conseguirá ser uma ótima PM e sustentar essa posição se realmente souber usar a rede de apoio que tem dentro e fora da empresa para tomar as decisões em relação a quais problemas dos clientes precisam ser resolvidos para sustentar o negócio. Uma empresa é uma associação muito mais complexa que uma alcatéia e apesar de alguns lobos conseguirem sobreviver sozinhos na natureza por bastante tempo, no mercado acelerado que temos atualmente, onde demorar para acertar pode significar a falência da empresa, dificilmente uma PM irá conseguir gerir um produto sozinha por tanto tempo assim sem ser expulsa da “alcatéia”.

Referências

Willpower Doesn’t Work: Discover the Hidden Keys to Success - Benjamin Hardy