Photo by <a href=Terry / Unsplash">
Photo by Terry / Unsplash

Web 3 - Blockchain pra quem não sabe blockchain

Uma rede de transações distribuída e praticamente imutável

Blockchain é basicamente uma rede de transações distribuída e praticamente imutável. Ok, fala português Pablo! Tá bom, eu vou explicar melhor, mas antes vamos ver um pouco de história.

Bitcoins, onde tudo começou

A primeira vez que se ouviu falar em blockchain foi em 2008 num artigo publicado pelo japonês Satoshi Nakamoto intitulado de "Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System". Uma curiosidade é que pouco se sabe sobre Satoshi, inclusive se ele realmente é japonês ou não. Sua identidade continuou desconhecida mesmo depois que ele parou de contribuir com o projeto em 2010 e mesmo o projeto tendo evoluído bastante desde a criação, toda a base tecnológica utilizada ainda é a que foi criada por ele.

A ideia de Satoshi era que transações financeiras pudessem ser realizadas no mundo todo sem a necessidade de se ter um intermediador. Esse intermediador é uma pessoa ou organização que comprova a autenticidade da sua transação e impede que uma mesma transação seja executada duas vezes.

Imagine uma situação em que você precisa enviar dinheiro para um amigo digitalmente. Atualmente, como você faz isso? Transferindo online da sua conta para a dele ou indo em um caixa eletrônico e depositando, certo? Nesse caso, quem está com o dinheiro e autenticando todas as transações é o seu banco e o dele. Os bancos são os intermediadores, que vão garantir que o seu dinheiro seja transferido para o seu amigo. E qual o problema de se ter um intermediador? Bom, é difícil encontrar alguém que faça alguma coisa de graça, né? E se tratando de bancos então, é taxa atrás de taxa e elas, muitas vezes, são altas.

Para que se conseguisse retirar esses intermediadores, era preciso alguma tecnologia que conseguisse fazer a mesma coisa que eles, isto é, enviar e garantir a autenticidade de uma transação, neste caso financeira. E foi exatamente isso que Satoshi conseguiu ao criar as cryptocurrencies, dando origem às bitcoins (assunto para uma outra hora) e consequentemente a blockchain, que utiliza a magia tecnologia das redes distribuídas para autenticar e enviar as transações ao redor do mundo.

A rede blockchain

Esse conteúdo é para pessoas que assinam o portal

Como assinante de um de nossos planos pagos você tem acesso à todos os conteúdos exclusivos, sessões de Q&As com os autores, palestras e outros benefícios. É bem rapidinho para assinar e nunca vamos te mandar spam.




Já é assinante? Você pode entrar aqui.

Você sabia que temos conteúdos exclusivos para assinantes do portal?

Além de ter acesso ilimitado a todos os conteúdos, você também pode participar de palestras exclusivas, sessões de Q&A, mentorias em grupo e acesso à descontos em cursos. E claro, assinando você nos ajuda a manter o projeto e aumentar a nossa produção de conteúdo.

Você pode assinar clicando aqui

Inscreva-se no Product Oversee

Textos todas às quartas 7h45 na sua caixa de entrada.
Inscreva-se grátis