Estou migrando para produto, qual curso devo fazer?

Uma breve descrição sobre como escolher cursos sobre gestão e qual foi minha jornada.

Agora você pode nos ajudar a manter o Product Oversee contribuindo com R$48/ano ou R$5/mês. Isso vai nos ajudar a conseguir criar novos projetos e a manter e melhorar o que já temos. O que acha de nos apoiar?

Esse artigo foi postado primeiro na nossa Newsletter há dias atrás. Fique sabendo primeiro lá.


Faço parte da comunidade Mulheres de Produto, e essa pergunta é frequente no Slack. Na verdade, quase que diariamente recebemos esse questionamento: “qual curso devo fazer?

Primeiro, como já falei em artigos anteriores, o curso não garante uma vaga na área, mas é importante principalmente para você, que está na fase de transição, para te dar uma visão holística e embasamento na área.

Dito isso, vou discorrer sobre um curso que fiz e indico, para ajudar vocês que estão com essa dúvida, além de expressar minha opinião sobre certificações.

Critérios de escolha

Sempre que vou comprar algo, eu pesquiso bastante antes, com cursos a realidade não é diferente, avalio preço, qualidade, avaliações de outros usuários e tudo mais.

Se você já deu uma pesquisada, sabe que os cursos na área de Produto não são baratos, então deve avaliar bem antes de adquirir um, para não se arrepender depois.

Então, além dos critérios que citei anteriormente, analisei também a didática do instrutor, e esse foi sem dúvidas um dos fatores decisivos para eu escolher o PI - Produtos Incríveis.

Produtos Incríveis

O curso que fiz e indico é o Product Management do Produtos Incríveis, ministrado pelo _Bernard de Luna.  _Abaixo vou citar mais especificamente os pontos positivos que me levaram a tomar essa decisão, além dos que encontrei, após realizar o curso:

  • O preço, comparado a outros do mercado, é mais acessível e você ainda consegue parcelar em várias vezes (para quem ainda não tem os salários de produto, isso é um diferencial).
  • A didática do Bernard é muito boa, eu já o seguia no Linkedin e no Instagram, e me encantei pela forma dele transmitir assuntos “complexos” de uma forma leve.
  • O acesso ao curso é vitalício (pelo menos até o momento), o que te permite revisitar os conteúdos sempre que possível. Inclusive, isso pra mim deveria ser regra para todos os cursos, mas infelizmente tem alguns que limitam o tempo de acesso. Acho super injusto, principalmente pelo valor que é pago, enfim.
  • Os conteúdos foram bem “mastigados”, são explorados os assuntos importantes de forma fluída, sem ser superficial ou cansativo.
  • Disponibilização de templates, inclusive utilizei alguns para realizar cases de entrevistas haha.
  • As maratonas que ficam na seção extra são incríveis, a de Métricas, então, é a melhor de todas, assistam!!!
  • Tem um aulão com dicas para você se preparar para entrevistas.
  • O Bernard faz mentorias ou aulões exclusivos para alunos da comunidade, esses encontros são riquíssimos.

Por esses motivos, eu fico super feliz em ter escolhido corretamente e fico ainda mais feliz em ajudar outras pessoas a tomarem essa decisão, contando um pouco da minha experiência.

E sobre certificações?

É importante ratificar que as observações que trago aqui são de cunho pessoal, então algumas pessoas podem discordar, “e tá tudo bem.”

![](https://cdn.substack.com/image/fetch/w_1100,c_limit,f_auto,q_auto:good,fl_progressive:steep/https%3A%2F%2Fbucketeer-e05bbc84-baa3-437e-9518-adb32be77984.s3.amazonaws.com%2Fpublic%2Fimages%2F846cddff-4aa9-4ea7-92cd-449f792f1718_564x564.png =564x564)

Vou fazer uma analogia para clarear melhor minha opinião a respeito.

Bem, quando você vai tirar a carteira de motorista, a auto escola te ensina a passar na prova, não necessariamente a dirigir de verdade. Por isso, muita gente tem carteira de motorista, mas não sabe dirigir.

E o que isso tem a ver com certificação? Tudo! Você paga um valor “absurdo” apenas para fazer uma prova, baseada num assunto específico, para não dizer único, caso atinja a pontuação requerida, ganha uma certificação no final.

Você estuda para passar em uma prova, o conhecimento fica bem restrito. Isso não quer dizer que não pode reaproveitá-lo, assim como na auto escola, algumas dicas até hoje utilizamos, mas, em ambos os casos, de forma bem pontual, até porque no dia a dia lidamos com várias situações que não caem na prova.

Durante um processo seletivo, o Head que estava me entrevistando perguntou por que eu não tinha tirado nenhuma certificação de PSPO (Professional Scrum Product Owner). Então, eu fui sincera, disse para ele que preferi investir em um curso com conhecimento que enriqueça o meu background, do que gastar valor semelhante, e ficar restrita a uma prova, um título. Eu passei na entrevista, a vaga era de Product Owner.

Não estou desmerecendo quem fez, na verdade, é bem visto no mercado e, caso seja um objetivo seu, tirar uma certificação, jogue duro, eu apoio. Mas, conforme relato acima, se você for o candidato certo para vaga, esse fator não será eliminatório.

É isso…

Espero ter ajudado você que está passando por esse momento, com a minha experiência e quero te incentivar a continuar a jornada. Não desista, precisamos cada vez mais de pessoas incríveis em produto. :)

Inscreva-se Product Oversee

Textos todas às quartas 7h45 na sua caixa de entrada.
faleconosco@productoversee.com
Inscreva-se