Product Oversee

Contexto de negócio

Começando a entender sobre o contexto do negócio

Imagem de destaque de Contexto de negócio

Todo negócio surgiu para resolver um problema. As grandes tech companies do mundo procuram sempre um gap/problema enorme para resolver, que a solução possa ser construída de forma progressiva. Uma das primeiras coisas que você, como Gestor de Produtos Digitais deve fazer antes de pensar no Produto, é entender quais objetivos e propostas de valor da empresa que faz/precisa desse produto. Entender os motivos pelo qual essa empresa existe, vai ajudar a entender quais problemas e necessidades do usuário que você precisa prestar atenção, e será o fio condutor para impactar ambos, negócio e usuário, ao mesmo tempo.

Quando você é novo na empresa, "perca" pelo menos duas semanas tentando entender as dinâmicas internas e externas da empresa.

As dinâmicas internas são como as coisas dentro da empresa funcionam. É aqui que você vai configurar seu modo de se comportar. Eu sempre tento pensar nos seguintes pontos:

  • Quais os valores, propósito e visão da empresa?

  • Os stakeholders seguem esses pontos?

  • Os times seguem esses pontos?

  • Os gestores, diretores, stakeholders e RH conseguem manter esses pontos como parte da cultura?

  • Se eu perguntar para alguém "comum" qual o propósito e visão da empresa, ele saberá me responder?

  • Quais os processos e quem são os guardiões desses processos?

  • Quem são os principais stakeholders e quais os seus perfis e personalidades?

  • Quem conversa com quem, quem tem mais afinidade com quem?

  • Quais as intrigas, conflitos de interesse? Ou seja o Game of Thrones velado.

  • Quem tem contato com o usuário final?

  • Quem está com excesso de trabalho por estar sendo muito pró-ativo?

  • Quem é mais produtivo?

  • Quais os problemas de comunicação?

  • Como é a dinâmica de comunicação entre as áreas?

É importante entender esses pontos para que você tenha um breve contexto dos pontos fracos e fortes da empresa e quais caminhos você deve percorrer para destravar problemas e ajudar o time.

As dinâmicas externas são como as coisas funcionam fora da empresa. Aqui é importante entender se a percepção de fora reflete o que se constrói dentro da empresa. Tento prestar atenção em alguns pontos como:

  • Quais as personas que atacamos?

  • Essas personas são confirmadas pelos dados da empresa?

  • Quais os concorrentes? Os concorrentes veem a gente como concorrentes?

  • Quais os canais de comunicação com o usuário?

  • O usuário se sente satisfeito com os canais de comunicação existentes?

  • Como o nosso marketing expõe o produto e a empresa?

  • Como nos posicionamos no mercado? Essa posição foi conquistada de forma deliberada ou nos encaixamos de maneira orgânica?

  • O propósito, a visão e os valores são percebidos pelos nosso clientes?

  • Os clientes/usuários dão feedbacks positivos nos canais oficiais e redes sociais?

  • Já existe um desenho ilustrando como o serviço da empresa cria uma plataforma?

  • Qual o efeito de rede que os serviços da empresa criam?

  • Outras empresas estão tentando atingir/solucionar o mesmo objetivo/problema que a nossa empresa identificou?

Who, Why, How, What

Para facilitar, você pode usar um Golden Circle modificado. O Golden Circle é uma maneira de descobrir o propósito e como você alcança aquele propósito. Ele é modificado por que no Golden Circle tradicional, não tem o WHO, apenas o WHY HOW e WHAT.

  • Who: quem você quer atingir? Pessoas, empresas, mercados…
  • Why: por que? Para que? Qual o motivo?
  • How: como você vai fazer para executar o why?
  • What: o que você vai vender? O que vai disponibilizar? O que vai produzir? O que vai criar?

Segue um exemplo desse sistema que fizemos na nossa área de Produtos Digitais da Jüssi:

  • WHO: Negócios e Pessoas;
  • WHY: Potencializar resultados;
  • HOW: Impactando positivamente empresas e pessoas com cultura de produtos digitais;
  • WHAT: Criando e entregando produtos e serviços por meio de Design e Tecnologia, otimizados por Processos Ágeis.

No livro De Zero a Um, o Peter Thiel diz que uma grande empresa de sucesso precisa descobrir e buscar um segredo. Esse segredo é algo importante e desconhecido do resto das empresas e pessoas, é algo difícil de se fazer, mas totalmente factível. A quantidade de empresas revolucionárias e incríveis que serão criadas daqui pra frente, depende da quantidade desses segredos que ainda existem. Se existem muitos segredos as serem descobertos ainda, quer dizer que existem muitas empresas revolucionárias que serão criadas ainda.

Quando você entra na empresa, você precisa entender se a empresa descobriu um segredo, se sim, o que é esse segredo. Você precisa saber mais do que todo mundo sobre e como esse segredo funciona. Dado que você é um profissional generalista, você precisa saber informações chave de todas as áreas que fazem essa empresa funcionar.

Referências: