Product Oversee

Comunidades de Produto

Por que as comunidades são importantes

Em 2016, fazia 10 anos que trabalhava na Locaweb - uma empresa essencialmente de tecnologia - e com alguns dos melhores profissionais que tive o prazer de conhecer. Eu já havia migrado para a área de Produtos há dois anos, e por conta do histórico que tinha na empresa, muitos dos problemas que precisavam ser resolvidos já não eram novidade. Para sair um pouco da zona de conforto e entender melhor as novidades do mercado, decidi procurar formas de me atualizar. Acabei conhecendo o São Paulo Product Meetup, que mais tarde virou Product.io São Paulo.

Gostei bastante do formato do Meetup, que me ajudou a falar com outras pessoas da área. Dali pra frente, quase não perdi nenhum encontro durante dois anos seguidos, sempre aprendendo e principalmente conhecendo pessoas muito experientes no mercado de produtos.

Por que as comunidades são importantes

Muitos problemas que enfrentamos no dia a dia como PM, são muito mais comuns do que se imagina.

Mas você só fica sabendo que os problemas são comuns, quando: ou teve a experiência de trabalhar com vários produtos, ou conversa com outros PMs e entende que eles também passam pelos mesmos dilemas que você.

Era nesses eventos que apareciam os insights mais valiosos para o meu produto, tendo como exemplo outros produtos do mercado. Definição de indicadores, problemas de execução e implantação do produto, gestão de expectativa de stakeholders e área de negócios, relacionamento com o time, relacionamento com os pares… e vários outros problemas e dilemas que você pode enfrentar no seu dia a dia.

O que sinto falta nas comunidades e o que você poderia fazer para ajudar

Embora as comunidades sejam boas para você fazer networking e não se sentir sozinho nesse mundo maluco, elas têm seus problemas. Abaixo, segue alguns pontos que poderíamos melhorar e que você poderia ajudar:

  1. Teoria é bom, mas não resolve problema. Falamos muito de teoria, frameworks diversos para priorização, discovery, delivery, alinhamento com stakeholders, etc. Tente se focar na prática. O que você fez, na prática, para resolver aquele problema cabuloso?

  2. Fale mais sobre estratégia de produto alinhada aos objetivos da empresa e negócio. As empresas precisam de dinheiro para sobreviver e perdurar. Como ganhamos dinheiro, sem ferir as necessidades do usuário?

  3. Fale mais sobre métricas e indicadores que realmente importam. Métrica não é só receita e quantidade de downloads do aplicativo;

  4. Soft Skill. Eu sei que parece ser batido, mas ninguém fala que o Product Manager é o rei das soft skills, people skills ou seja lá qual nome deram hoje. Precisamos falar de técnicas de oratória, precisamos falar sobre técnicas de negociação, formas de influenciar times e pessoas, precisamos aprender mais sobre psicologia;

  5. Contribua mais para a comunidade. Tenho certeza que tem muita gente excelente por aí que tem boas experiências para compartilhar, e com isso todos tem a ganhar, a comunidade como um todo tende a crescer, mais conteúdo de qualidade vai circular, e teremos mais pessoas boas de Produto nos ajudando nas empresas.

Referências: