Coisas que você precisa saber sobre liderança de produtos

Onde estamos e onde queremos chegar e o que estamos fazendo para atingir nossos objetivos?

A posição de liderança é almejada a longo prazo para quem está em início de carreira, principalmente na perspectiva política - aliás, é um papel muito político, acredite!. Na minha carreira eu já tive lideranças incríveis, outras nem tanto, e hoje entendo que nós precisamos entender cada vez mais que liderança na área de produtos não deve ser meritocracia do seu ótimo desempenho operacional.

Nessa colocação, não quero eximir pessoas boas no operacional ao cargo de liderança, até porque tudo pode ser aprendido e desenvolvido, e por isso trago uma provocação e reflexão: o quanto você está alinhado com a sua liderança e com você mesmo sobre suas expectativas de carreira?

Se pararmos para analisar o perfil de uma liderança ruim, na maioria das vezes estará associado a uma pessoa que desempenha o operacional incrivelmente bem (existem exceções, é claro). E precisamos entender isso: papéis operacionais devem e precisam também estar associados ao sucesso de carreira assim como um cargo de liderança.

Se você é a pessoa que brilha no operacional, ou seja, gosta de criar novas funcionalidades e produtos, ter interface com usuários, aplicar diversos frameworks, ter um conhecimento aprofundado sobre o produto, mas quer um papel de liderança, eu vou te contar que:

  1. Organicamente o papel de liderança deixa de olhar para o operacional, nosso papel é desenvolver e provocar cada vez mais pessoas para que desenvolvam o operacional utilizando as melhores práticas e conquistar resultados através delas, e de fato colocar mão na massa deixa de ser uma atribuição da liderança.
  2. Lidar com pessoas é complexo. Pessoas são diferentes, você lidará com problemas de pessoas o tempo todo, inclusive muitas vezes os problemas delas vão virar o seu. Esteja preparado para isso e saiba separar muito bem seu profissional do pessoal.
  3. Ter empatia e ser cativante é uma habilidade imprescindível, você precisará fazer com que as pessoas comprem as suas ideias para tirá-las do papel, obviamente por que você não terá tempo para isso e delegar de uma forma sem ser invasiva é essencial.
  4. Os seus liderados devem ser sua prioridade, aliás, eles estão fazendo com que sua estratégia saia do papel, então sua agenda precisará ser dedicada a eles, e isso onera o tempo. Segundo estudos da Gallup 44% dos colaboradores se sentem mais engajados quando têm reuniões regulares com seus líderes. (E quem aí não gosta de saber se está indo bem ou mal no papel que está desempenhando, né?)
  5. Líderes devem construir pessoas para que elas atinjam seus objetivos dentro ou fora da empresa. Essa talvez seja a melhor maneira de você reter um colaborador, fazendo dele o melhor para que ele queira continuar sendo o melhor.
  6. Seus liderados vão saber mais que você, e está tudo bem, isso significa que você tem as pessoas certas no seu time.

Ter ambições na carreira é natural e deve ser uma reflexão que devemos sempre nos fazer: onde estamos e onde queremos chegar e o que estamos fazendo para atingir nossos objetivos?

Nossos desejos devem ser manifestados muito além da política do mercado de trabalho, que associa diretamente e indiretamente que o sucesso da carreira está ligado a um cargo de liderança. O sucesso é melhor conquistado numa posição que você domina e sabe exercer seu papel de uma forma incrível e a suas conquistas, satisfações pessoais e profissionais estão sendo refletidas através das suas entregas.

Inscreva-se Product Oversee

Textos todas às quartas 7h45 na sua caixa de entrada.
faleconosco@productoversee.com
Inscreva-se