Saí da área Comercial para Produto. Aqui vão as minhas dicas

Qual foi o meu processo de migração e o que eu fiz para facilitar o caminho.

Neste ano de 2022 eu consegui concluir a minha tão sonhada e suada transição de carreira para Produto. Gostaria de dividir com vocês o que aconteceu comigo e também compartilhar algumas dicas que funcionaram pra mim neste período de transição já que foram e muitas tentativas.

A vida de um PM foi apresentada para mim através de um grande amigo e o que mais me deixou à vontade, motivado e completamente empolgado quando decidi deixar uma carreira razoavelmente estável de quase 10 anos na área comercial na empresa líder do segmento em que eu atuava foi o fato de ter encontrado muito da rotina de um PM nas atribuições que eu tinha como Supervisor de Planejamento Comercial.

Dividirei com vocês como era um pouco da minha rotina.

Eu era responsável por um departamento administrativo de dois segmentos e de suporte comercial para as grandes contas de um segmento estratégico. As minhas principais atividades eram:

  • Receber as demandas das equipes de vendas
  • Verificar se era possível atender a demanda com os recursos disponíveis no momento
  • Alimentar um backlog com essas demandas para que fossem priorizadas
  • Envolver todos os stakeholders internos e externos que teriam impacto direto ou indireto (equipes de engenharia, manutenção, operação, jurídico, fornecedores de transporte, segurança do trabalho, RH, financeiro e fiscal).

Após esse primeiro filtro os departamentos necessários no processo eram envolvidos, eu verificava a atuação de cada um e eu era o ponto focal entre todos estes stakeholders para que o que foi solicitado pelo cliente fosse atendido conforme o que foi contratado.

Claro, guardado as suas devidas proporções (tirando a interação com o time tech) a minha rotina era parecida com a de um PM já que grande parte da minha rotina era gerenciar as expectativas entre diversos stakeholders. Tomei a minha decisão de partir para o mundo de Produto em Setembro de 2020.

Começando a jornada

Após muitas conversas com a empresa que eu estava e por mais que eu tenha atuado em um projeto em conjunto com o time de TI, não existia a menor possibilidade de realizar uma transição interna por se tratar de uma empresa muito tradicional, então em março de 2021 eu estava no mercado para me desafiar e ter 100% do meu tempo livre para me dedicar a estudar, aprender cada vez mais e fazer muito mas muuuiito networking. Vamos para algumas dicas que fizeram a diferença neste período de transição.



Dica nº 1: Seja muito cara de pau.

Nesta fase com certeza nós já estamos seguindo no Linkedin algumas referências de Produto e essa rede tão importante vai ficando com uma cara muito mais alinhada com nossos objetivos. É muito bacana perceber essa mudança e sentir que estamos vivendo o ambiente da nossa nova carreira. Meu desejo é transformar a vida das pessoas através da tecnologia e conviver com as pessoas que fazem isso é fascinante!

Nesse momento, use à risca a dica que muitas pessoas já deram sobre se comunicar e interagir com as pessoas no Linkedin. Essa é uma rede de relacionamento e abordar as pessoas de forma assertiva faz a diferença. Não saia apenas adicionando as pessoas simplesmente por adicionar para aumentar o número de conexões.

Tenha um texto personalizado para abordar pessoas de produto para networking e outro para abordar recrutadores ou gestores das vagas que são interessantes e que você se candidatou ou quer candidatar. Se a vaga não possui um anunciante, procure na página da empresa alguém de recrutamento ou um gestor da área de produto e faça uma conexão.

É importante nesse texto você se apresentar, frisar seu interesse pela vaga e fazer um breve resumo sobre você e o seu momento de carreira.

Compartilho com vocês os textos que utilizei:


Contato para Networking:

Olá xxxx, tudo bem? Estou em transição de carreira para atuação com produtos digitais e acredito que o seu perfil pode me agregar muito. Obrigado e uma ótima semana.

Contato com recrutadores ou com gestores da área de produto com foco em uma vaga específica:

Olá xxx. tudo bem? Estou entrando em contato para me apresentar e para frisar o meu interesse na vaga xxx.

Estou em transição de carreira para produto e as mentorias que realizei além dos cursos que fiz e conteúdos que absorvi me tornam capaz de aceitar este desafio. Tenho grande conhecimento em gerenciamento de diversos stakeholders já que na minha última experiência eu era o ponto focal entre o departamento comercial e todos os outros departamentos, sempre com foco no entendimento do problema e validação da melhor solução. Também participei de entregas importantes com o departamento de TI e pude colocar em prática o que aprendi neste período.

Neste momento estou disponível no mercado focando 100% do meu tempo na busca de uma oportunidade. Fico à disposição para fornecer qualquer outra informação necessária.

O pior que pode acontecer é você ser ignorado, mas segue o baile. Existem mais pessoas legais do que chatas nesse mundo =)

Marque um café virtual ou presencial com algum(a) PM ou PO que você puxou papo, peça dicas sobre como foi o processo de transição desse profissional. Sempre digo que para chegar onde queremos, temos que ouvir as histórias de quem já chegou lá.

Dica nº 2: Gere conteúdo para ficar visível no Linkedin

No começo dá uma certa insegurança para criarmos conteúdos, mas coloquei em prática uma ideia para conseguir ótimas conexões. Sabe aquele livro bacana que você acabou de ler? Podcast que você curtiu muito ou um curso que você está fazendo e gostando muito?

Faça resumos destacando o que você mais curtiu ou se identificou, poste o que mais gostou de um livro, podcast, palestra ou evento que participou e marque a instituição ou autor. Isso gera engajamento além de aumentar a possibilidade de ter conexões relevantes com o seu momento de carreira.

Faça contato com as pessoas que reagem às suas publicações caso sejam pessoas fora da sua rede. Se a pessoa gostou do seu conteúdo, bora se apresentar e trocar uma ideia ;)

Dica nº 3 – Preparação para a entrevista

Você recebeu aquele maravilhoso e-mail te convidando para um primeiro bate papo e aquela euforia toma conta de tudo que pode vir carregada também com uma boa carga de ansiedade (sei bem como é).

Nesse momento faça um roteiro para se preparar com um resumo sobre a sua trajetória, porque decidiu realizar a transição e o que mais te encantou para atuar com produto. Tenha entusiasmo na sua história! Brilho nos olhos e força de vontade é algo que todos procuram. Treine muito na frente do espelho, marque um horário com algumas pessoas que você conheça (todo mundo tem aquele amigo recrutador) para você ensaiar e colher feedback.

Grave um vídeo de si mesmo e vá melhorando gradualmente. Essa é uma boa dica, já que algumas empresas pedem para você enviar um vídeo contando um pouco sobre você. Caso possa ser um vídeo genérico sem perguntas específicas você já pode ter um vídeo na manga =)

Caso a entrevista seja remota, você pode deixar um bloco de notas com alguns tópicos importantes para você consultar.

Sei que nessa fase o que nos deixa mais inseguro é a prática que ainda não temos e sabemos que a grande parte das empresas querem alguém que já "chegue jogando" por mais que a vaga seja Jr.

Por isso, pense em como um APM/PM/PO atuaria no seu contexto atual ou da sua última experiência, procure empresas que tenham uma estrutura de produto no ramo que você já tem conhecimento, foque no entendimento profundo do problema e não na solução, quais dados coletaria para depois pensar nas possíveis hipóteses e como elas seriam validadas.

Pense na jornada dos seus usuários, converse com stakeholders sobre a sua ideia e com certeza esse cenário "hipotético" será um excelente exercício para desenvolver os cases que podem surgir nos processos seletivos.

Estude a empresa para checar se realmente ela deu match com você. Abaixo, compartilho algumas perguntas para você entender um pouco mais da empresa:

  • Como é a estrutura da equipe de produto hoje?
  • Quais os próximos passos para essa área de produto na empresa?
  • Quais serão os meus primeiros desafios?
  • O que se espera de mim como PM Jr/APM/PO Jr nos primeiros meses?
  • Como as demandas surgem?
  • As entregas são feitas em sprints?
  • Caso positivo, qual o prazo para entrega? 1 ou 2 semanas?

Concluindo

Procurar trabalho é um trabalho e quanto mais praticamos vamos aprendendo e melhorando. Sabemos que é um momento tenso, mas pense que na pior das hipóteses você aprende e fica mais preparado para os próximos processos.

Espero ter contribuído um pouco com o processo de transição de carreira de vocês. Que o “SIM” de cada um esteja cada vez mais próximo.

Até mais.

Você sabia que temos conteúdos exclusivos para assinantes do portal?

Além de ter acesso ilimitado a todos os conteúdos, você também pode participar de palestras exclusivas, sessões de Q&A, mentorias em grupo e acesso à descontos em cursos. E claro, assinando você nos ajuda a manter o projeto e aumentar a nossa produção de conteúdo.

Você pode assinar clicando aqui

Inscreva-se Product Oversee

Textos todas às quartas 7h45 na sua caixa de entrada.
Inscreva-se grátis